Aumento de processos contra médicos faz procura por Seguro RC subir

Demanda de médicos por seguro RC cresce e corretora dobra o investimento

Corretora investe em atendimento dedicado e oferece um ROL completo de produtos que protegem tanto as instituições de saúde como o prestador de serviço

Quando alguém contrata um seguro, seja de carro, de vida, ou qualquer outro, a premissa é de se resguardar para eventualidades. De olho em um público que até então estava “descuidado” com sua proteção, o Grupo FBN – Seguros, Crédito e Investimentos, com expertise de mais de 20 anos no mercado, criou uma área exclusiva para atender médicos e dentistas que procuram pelo Seguro de Responsabilidade Civil para Profissionais da Saúde.

Neste tipo de seguro, a apólice cobre os médicos, os dentistas e outros profissionais da saúde contra reclamações de pacientes insatisfeitos ou mesmo erros e omissões, com o custo de defesa, acordos, indenizações e despesas emergenciais. Diante das características e peculiaridades do segmento, a corretora sentiu necessidade de ter uma gestão dedicada para oferecer o ROL completo de produtos que protegem tanto as instituições de saúde como o prestador de serviço.

Kleber de Paula, CEO do Grupo FBN, conta como isso aconteceu. “Começamos a atuar com esse produto há dois anos atendendo a rede Sorridents. Foi importante ter iniciado em uma rede consolidada onde ganhamos experiência para então atender demais clientes. Com isso, nós identificamos que o profissional da saúde precisa de um carinho especial, de uma gestão diferenciada, pois existem questões técnicas ligadas à sua atividade que precisam ser tratadas de forma isolada. Entendemos que para dar um atendimento mais especialista e mais técnico seria vital ter uma área exclusiva”, diz.

“Novo” filão

Em outros países, esse tipo de seguro está mais consolidado. No Brasil, o filão começa a chamar a atenção pelo aumento do número de reclamações, não só por erro médico. De acordo com Sheila Queirós, Gerente de RE do Grupo FBN, há diversas situações de risco eminente que os profissionais deixam passar sem perceber e, para isto, a corretora oferece o reembolso de despesas médicas para situações emergenciais.

“É uma cobertura para o dono da clínica ou o prestador de serviço em situações que se possa minorar um risco de processo. Um exemplo, vamos supor que um paciente está na maca de um dentista e começa a convulsionar. O profissional chama a ambulância para direcionar o paciente ao hospital, então todas as despesas que o dentista tiver nesta ‘ação emergencial’ serão reembolsadas pela seguradora”, diz Sheila. O seguro protege os profissionais, pois não necessariamente ocorre o erro para sofrer uma ação judicial.