Férias de julho com mais tranquilidade: sete dicas importantes sobre seguro viagem

Executiva da Zurich explica as facilidades e segurança que esse produto proporciona, seja para uma viagem dentro do Brasil ou internacional; contratação tem custo acessível e é feita de forma simples e rápida

Home \ Geral \ Férias de julho com mais tranquilidade: sete dicas importantes sobre seguro viagem

Desfrutar das incríveis praias do Nordeste ou curtir o friozinho da região Sul do Brasil? Aproveitar os parques de Orlando (EUA) ou apreciar as belas cidades europeias? As férias de julho estão chegando e, independente do destino escolhido, o desejo é um só: relaxar e ter bons momentos. Na empolgação e correria de comprar as passagens, escolher o hotel e definir os passeios, há quem esqueça de um item de extrema importância: a contratação do seguro viagem.

“Essa proteção ainda é vista, muitas vezes, como desnecessária, o que não é verdade. O seguro é extremamente útil em situações inesperadas que podem comprometer a viagem”, comenta Simone Libonati, Superintendente de Seguro Viagem da Zurich. “Em caso de imprevistos como uma mala extraviada, um problema de saúde ou até mesmo um acidente mais grave, as coberturas do seguro cobrem parte ou até a totalidade desses custos de acordo com o valor de indenização contratado”, acrescenta.

Simone também lembra que muitos países, como os europeus, exigem a contratação de um seguro viagem. “Mas, independentemente da obrigatoriedade, a recomendação é sempre contratar um antes do deslocamento”, orienta.

Confira as dicas que a executiva da Zurich preparou:

1-) O seguro viagem não cobre só problemas de saúde. É muito mais amplo. A cobertura também abrange, por exemplo, extravio de bagagens, perda de voos, invalidez permanente total ou parcial por acidente na viagem, morte acidental e traslado de corpo. O atendimento de saúde dentro do seguro viagem atende exclusivamente situações de urgência ou emergência, como por exemplo intoxicação alimentar, febre ou fratura. Não inclui atendimentos eletivos, ou seja, programados.

2-) Além das coberturas básicas, os seguros de viagem também oferecem coberturas adicionais. Danos às malas, atraso de voo, cancelamento ou interrupção de viagem, prorrogação de estadia e/ou garantia de regresso são algumas delas.

3-) A contratação é feita de forma simples e rápida. De acordo com a Zurich, boa parte dos brasileiros quando adquirem o seguro viagem por meios remotos o prazo é inferior a dez dias antes da viagem (quando o destino é internacional) e até mesmo 24h antes do embarque (viagem nacional).

4-) Antes de fechar o seguro viagem, leia atentamente as condições contratuais, observando seus direitos e obrigações, bem como o limite do capital segurado contratado para cada cobertura.

5-) O viajante só deve adquirir um seguro viagem através de Seguradoras, incluindo seus Representantes ou ainda por corretores devidamente autorizados pela SUSEP – Superintendência de Seguros Privados.

6-) Adquirir um seguro viagem é muito mais em conta do que você imagina. No momento da contratação é necessário indicar o local de residência, o período da viagem, destino e a idade dos viajantes  para saber o valor exato. Na Zurich, por exemplo, a partir de R$ 58 já é possível estar protegido em território nacional (valor por pessoa considerando uma viagem de cinco dias pelo Brasil). No caso de viagem internacional, há valores a partir de R$ 118 (por pessoa para uma viagem de cinco dias em países da América do Sul) e R$ 240 (por pessoa para uma viagem de sete dias nos Estados Unidos ou Europa).

7-) Contar com a proteção de um seguro viagem garante tranquilidade e evita despesas inesperadas. Você sabia que a simples necessidade de utilizar um pronto-socorro nos Estados Unidos, por exemplo, pode custar mais de 5 mil dólares?

 

Atendimento médico remoto

Em novembro de 2018 a Zurich lançou o Zurich Telemedicina, um aplicativo que traz como principal inovação a possibilidade de uma consulta médica à distância através de videoconferência para casos de urgência. A novidade é disponibilizada para quem adquire o seguro viagem da companhia e específica para quem está de passagem pelos Estados Unidos.

Por meio do aplicativo, o segurado recebe uma primeira avaliação da Central de Assistência da seguradora e, dependendo dos sintomas apresentados serão  encaminhados para a Telemedicina. “É uma vantagem para o cliente não ter que se locomover até um hospital. Ele será atendido remotamente por médicos que falam português e se precisar de medicações, eles irão prescrever diretamente a drogaria mais próxima do cliente, possibilitando ainda o desconto nos medicamentos”, conta Simone.

Outra vantagem do aplicativo é a tecnologia da geolocalização. E, se a equipe médica avaliar que é necessário um atendimento presencial, sendo necessário o deslocamento do segurado, o aplicativo permite que encontre mais facilmente o estabelecimento médico indicado pela Central.