Ituran lança ‘Uber’ dos guinchos aos caminhoneiros

Caminhões Ituran

“Segurança em primeiro lugar” – o que poderia ser uma frase de para-choque de caminhão, passa a ser incorporada ao lançamento da Ituran, empresa líder no mercado de monitoramento de veículo. Explica-se: o aplicativo 55 guinchos, sucesso nacional, agora passa a atender caminhoneiros. Além de remover o veículo parado, o app ajuda o profissional das estradas, de uma maneira muito simples, a solicitar guincho e chaveiro utilizando o localizar de reboque mais próximo.

De acordo com o gerente de projetos da Ituran, Fábio Acorci, o dispositivo atende aos anseios dos condutores, principalmente aqueles que não têm um seguro tradicional. “Para ter acesso é simples, basta o caminhoneiro baixar o aplicativo em seu celular via Android, e ele estará seguro em caso de emergência nas estradas”, explica.

De fácil manuseio, o aplicativo disponibiliza um mapa, na tela do smartphone, que dá coordenadas do trajeto e a localização exata do reboque até o caminhoneiro – tudo em tempo real. O software é muito simples e fácil de operar — na prática, ele localiza o motorista mais próximo. É uma espécie de ‘Uber dos Guinchos do Caminhoneiro’, uma vez que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. “O pagamento é fácil e rápido, e só pode ser feito com cartão de crédito direto pelo aplicativo, o que garante segurança e facilidade. O caminhoneiro poderá acompanhar o deslocamento do guincho pelo aplicativo, bem como avaliá-lo”, enfatiza Acorci.

A área de cobertura, na fase de implantação, compreende Americana, Campinas, Limeira, Sumaré, Piracicaba, Rio Claro, Araras, Santa Barbará, Nova Odessa, Guarulhos, São Bernardo do Campo, Santo André, Osasco, Mauá, Diadema, Carapicuíba, Barueri, São Caetano do Sul, Taboão da Serra, Itaquaquecetuba, Embu, Santana de Parnaíba, Itapecerica da Serra, Ferraz de Vasconcelos, Mairiporã, Cajamar, Embu-Guaçu e Juquitiba. “Moderno e eficiente, o app será um grande aliado dos caminhoneiros em caso de emergência nas estradas, tendo um custo acessível. O objetivo futuro, sem dúvida, é estender essa cobertura a todo território nacional”, finaliza Acorci.