Brasileiros contratam mais seguros de proteção pessoal e mercado cresce 17,47% em julho

Seguro de vida individual avança 107% e prestamista cresce 28,25%. Indenizações para coberturas contratadas crescem 9,2% frente a 2018

Home \ destaques \ Brasileiros contratam mais seguros de proteção pessoal e mercado cresce 17,47% em julho
Brasileiros contratam mais seguros de proteção pessoal e mercado cresce 17,47% em julho

O mercado de seguros pessoais, que engloba produtos como seguro e vida, prestamista, acidentes pessoais, seguro viagem e educacional, entre outros, registrou crescimento de 17,47% em julho frente ao mesmo mês do ano anterior. No total, o mercado contabilizou R$ 4 bilhões em prêmios (valor pago pelos clientes para contratar coberturas para seus riscos pessoais) frente a R$ 3,4 bilhões registrados em julho de 2018. Os dados são da FenaPrevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), entidade que representa 67 seguradoras e entidades abertas de previdência complementar no país.

No período analisado, as seguradoras pagaram R$ 952,5 milhões em indenizações aos segurados, valor 9,2% maior que o verificado em julho do ano passado (R$ 872 milhões).

O seguro prestamista foi a carteira com o segundo maior crescimento no mês, com R$ 1,2 bilhão em prêmios emitidos e expansão de 28,25% frente a julho do ano passado. A modalidade cobre o pagamento de prestações de compras feitas a prazo pelo do titular da apólice, em caso de morte, invalidez ou perda involuntária do emprego.

“A retomada gradual do crédito somada a uma atitude mais cautelosa do consumidor tem impulsionado o crescimento das operações de seguro prestamista”, avalia Jorge Nasser, presidente da Fenaprevi. “A contratação deste tipo de proteção é fundamental nestes tempos de incerteza na economia e evita que o consumidor perca a possibilidade de financiar suas compras”.

Também tiveram desempenho positivo as carteiras de acidentes pessoais (volume de R$ 542,9 milhões e crescimento de 15,20%), doenças graves e terminais (volume de R$89,57 milhões e crescimento de 23,49%), auxílio funeral (volume de R$ 59,28 milhões e crescimento de 24,89%). Registram expansão ainda as carteiras de seguro viagem, com R$ 61,6 milhões e crescimento de 12,83%; e seguro educacional, com prêmios 3,1 milhões em prêmios e expansão de 4%.