Últimas notícias

Revista Seguro Total

Foco Total em Você. Há 20 anos!

Redação
[email protected]

Telefone
+55 (11) 3884-5966

Endereço
Av. Prof. Alfonso Bovero, 562
Pompeia, São Paulo – SP
CEP: 01254-000

Siga nas redes

Para especialistas, PIB pode ter queda de 10% em 2020

Levantamento do Yubb aponta estimativas de principais órgãos econômicos do Brasil


Não existe estimativa de crescimento do PIB brasileiro neste ano. Por conta do coronavírus e seu impacto de recessão econômica, órgãos econômicos acreditam que o país encerrará o ano negativamente. O melhor cenário é nulo, em 0%, enquanto o pior cenário é de queda de até -10%. Para o Ministério da Economia, a queda será de -4,7%. É o que aponta levantamento realizado pelo Yubb.

“A consultoria global UBS foi a que apontou a pior estimativa. Para eles, existe uma possibilidade de recuperação rápida da atividade econômica à medida que o distanciamento social for sendo flexibilizado, e apontaram três possíveis cenários que o país deverá vivenciar”, explica Bernardo Pascowitch, fundador do Yubb. “Nos cenários 1 e 2, que são mais otimistas, UBS pensa que encerraremos 2020 com o PIB entre -5,5% a -7,7%. Entretanto, no cenário 3, o PIB atingirá -10,1%”.

Em posicionamento mais otimista, o banco Credit Suisse acredita que o crescimento do PIB será de 0%, isso porque o desempenho da atividade econômica no Brasil durante o primeiro trimestre de 2020 não foi tão afetado pelos impactos do coronavírus, já que o país foi um dos últimos a apresentar a propagação da doença. “Apesar da visão mais otimista, o Credit Suisse destacou que não é possível desconsiderar um cenário de maior recessão. Isso vai depender do tempo que o governo vai levar para conter o impacto negativo causado pela pandemia do covid-19”, detalha Bernardo.